Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página Inicial > Notícias > Curso de extensão capacita produtores rurais de Viana
Início do conteúdo da página Notícias

Curso de extensão capacita produtores rurais de Viana

Aula inaugural abordou potencialidades da agricultura e da pecuária na Baixada Maranhense.
  • Assessoria de Comunicação, com informações do campus
  • publicado 11/05/2018 19h56
  • última modificação 11/05/2018 19h56

O Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Viana está promovendo um Curso de extensão em Agropecuária, que terá duração de 60 horas e será realizado no período de 08 de maio a 11 de junho. A primeira turma é formada por 61 alunos, trabalhadores e trabalhadoras rurais de Viana. Durante a aula inaugural, os alunos assistiram à palestra “As potencialidades da agricultura e da pecuária na Baixada Maranhense”, ministrada pela professora Alinne Menezes.

O diretor-geral do Campus Viana, Fábio Lustosa, ofereceu as boas-vindas aos alunos, falou da importância do IFMA Campus Viana para a região e destacou a relevância dos cursos de extensão a comunidade. “Durante muitos anos A nossa baixada, foi desprovida de cursos que possibilitariam melhores condições de vida ao nosso trabalhador. Com a chegada do instituto à cidade de Viana, poderemos orientar nossos discentes sobre a possibilidade de produzir cada vez mais com melhores condições de trabalho e respeitando o meio ambiente”.

O curso contará com aulas teóricas e visitas técnicas, em que os alunos poderão verificar na prática os conhecimentos aprendidos em sala de aula. “No curso, serão abordados diversos conhecimentos, como instalações de hortas, manejo do solo, criação de aves, cultivo de peixes, reconhecimento de riscos para os trabalhadores nas atividades rurais e medidas a serem adotadas para prevenção, noções de empreendedorismo rural, cooperativismo e associativismo”, explica a professora Alinne Menezes.

Para o estudante Inaldo Mendes, o curso vai complementar a formação já adquirida na lavoura. “Desde cedo, trabalhamos nesse ramo com os conhecimentos passados pelos nossos pais. Com os novos conhecimentos que iremos adquirir aqui, nossa produção tende a melhorar, tanto em quantidade como em qualidade”, conclui.

Fim do conteúdo da página